Manutenção do Carro – O Que Trocar?



Saiba aqui o que você deve trocar quando for realizar a manutenção do carro.

Procurar a oficina ideal para fazer manutenção ou revisão do veículo é algo que pode se tornar um grande desafio; a questão vai muito além de preço e um bom serviço. Muitas vezes entregamos o veículo nas mãos do profissional alegando um problema específico e acabamos descobrindo outras peças que também precisam de atenção e por não conhecer profundamente a engenharia mecânica, caímos na conversa de um profissional que enxerga neste momento, uma oportunidade de lucrar ainda mais. Para evitar isso, vamos ver algumas dicas de itens comuns e que nos fazem ficar em estado de alerta quando o assunto é manutenção:

Amortecedores e pastilhas de freio, responsáveis pela segurança, contato dos pneus com o solo e estabilidade do veículo, quando assunto é desgaste dessas peças, logo pensamos se vale o risco de aguardar mais um pouco para trocá-las. É sabido de muitos acidentes provenientes de alguma falha no veículo somado a irregularidades da pista, por isso, o primeiro pensamento é não arriscar. O hábito de alguns mecânicos é informar sobre a troca de acordo com a quilometragem fixa percorrida. Isso pode ocorrer até mesmo por indicação do fabricante, mas não é o único item a ser avaliado quando o assunto é manutenção. Outros fatores devem ser analisados conforme o perfil do condutor, onde ele costuma dirigir, a frequência, a geografia do lugar e as condições do piso.



Estes fatores podem aumentar ou diminuir o tempo de troca da peça, o ideal é, se possível, verificar em mais de um local a análise das necessidades do veículo, é a chamada manutenção preditiva. Esta geralmente ocorre entre a preventiva e a corretiva. A manutenção corretiva é aquela feita quando o veículo já apresenta algum defeito, alguma peça quebrada por exemplo, já a preventiva é feita para evitar danos futuros, como a troca de óleo por exemplo. Sendo assim, o mais adequado seria que o mecânico responsável pela avaliação, observasse as peças em si ao em vez de diagnosticar a necessidade de troca por conta da quilometragem rodada.

Leia também:  Acidente com Vítimas - Estado de Choque do Motorista

Existem hábitos que podem te ajudar a manter a vida útil das peças em bom estado por mais tempo. Provavelmente já deve ter ouvido que a calibragem dos pneus são necessárias regularmente. Quando os pneus estão calibrados corretamente, isto é, são calibrados com frequência e com a numeração certa, evita não somente o desgaste desnecessário dos pneus como também exige menos consumo de combustível. Passar rápido demais em lombadas, não desviar de buracos quando possível, entres outros hábitos ligados a pista e a velocidade, podem afetar as molas. A falta de manutenção deste item causa danos em várias outras partes da suspensão.



Busque informações sobre a engenharia do próprio veículo, leia o manual se possível e faça a manutenção preditiva. Estas são dicas que irão te ajudar a evitar reparos desnecessários, além de saber como lidar com a manutenção e evitar novos gastos.

Boas indicações de especialistas no assunto também são válidas. Este é um mercado bem cauteloso, onde ajustes ou trocas mal feitas podem causar danos até mesmo fatais. Por isso, tenha sempre uma base de informações sobre a situação. Se você trabalha com aplicativos de passageiros ou entregas, os cuidados podem trazer um retorno financeiro também. Lembrando que os cuidados durante o período de uso do veículo podem facilitar na hora da venda pois, tão importante quanto a estética é as condições das funcionalidades do veículo.Seja para vender de forma direta ao comprador ou a uma concessionária, a inspeção veicular pode ajudar a valorizar ou desvalorizar o automóvel. Então se você pretende trocar de carro nos próximos anos, faça bom uso do mesmo para ter vantagem lucrativa do item.

BRUNA DOMINGOS DOS SANTOS

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *