Cuidados ao Comprar Carros Usados



Confira aqui os principais cuidados que você deve tomar ao comprar um carro usado.

Na atualidade, adquirir um automóvel usado tem suas vantagens e desvantagens. O mundo moderno está repleto de novas tecnologias, porém, a astúcia humana nem sempre é positiva.

Veículos seminovos atraem muito a atenção de consumidores, devido ao estado de conservação e pelos menores custos na aquisição. No ano passado, 2019, por exemplo, o modelo Volkswagen Gol teve em torno de 895.570 unidades comercializas em nosso mercado, tornando-se líder em vendas daquele ano. Entretanto, o tema é saber o que se deve fazer, quais os passos a seguir para realizar uma boa aquisição nesse segmento.



Entre os detalhes a serem checados está, sobretudo, a quilometragem, que pode ser considerada, segundo especialistas, o fator principal, consistindo no verdadeiro parâmetro para avaliação deste tipo de produto, entretanto, muitos outros detalhes devem ser cuidadosamente observados sobre a qualidade e estado do carro usado. Abaixo segue uma pequena relação de dicas importantes para orientar os leitores na escolha:

1 – Testar o automóvel antes de fechar a compra. O chamado test drive consiste no melhor meio para se verificar o estado do motor do carro, porém, não é tudo para garantir uma boa aquisição;



2 – Estar bem informado sobre os modelos que nenhum comprador deseja. Certos modelos de automóveis são bem mais difíceis de passar adiante nas vendas, mas podem ser facilmente adquiridos por meio de negociação e alguns descontos;

3 – É necessário informar-se nos sites e revistas especializadas na área de automóveis usados entre os mais cobiçados. Atualmente, em redes sociais, existem dezenas de comunidades em debate sobre a qualidade de cada modelo no mercado de usados. As notícias e os rankings publicados em mídia também auxiliam nas escolhas.

Leia também:  Renovação da CNH

4 – A melhor dica: compre o veículo de seu amigo. Se você é próximo do proprietário do automóvel, mais conhecimento sobre ele terás, certamente já andou ou até dirigiu o carro do amigo e conhece mais detalhes, conhece os cuidados que ele tem com o próprio carro.

5 – Pesquisar pelos melhores preços, mesmo que seja em outras cidades. Muitas vezes, viajar para adquirir um bom veículo é muito vantajoso. Outra cidade são outros costumes.

6 – Se possível, faça um crédito seguro. Há poucos anos muitas instituições bancárias estão flexibilizando as concessões de empréstimos para a aquisição de veículos. Entretanto, é necessário agir com prudência e medida, no sentido de se evitar que o consumidor se endivide além do necessário.

7 – Pesquisar sobre a procedência do veículo, sobretudo, muita atenção, verificar se o automóvel é ou não roubado. Muitas concessionárias realizam, e deve mesmo fazer isso, a checagem rigorosa da situação de cada carro, nesse sentido, de modo a garantir a boa procedência dos veículos comercializados. É necessário que a pessoa interessada em comprar também faça uma rigorosa vistoria.

8 – Checar se o carro não está com sinais de danificação devido a graves colisões. Acidentes são muito comuns, porém, todo bom vendedor deve fazer manutenção no carro que deseja passar para frente. Avarias desse tipo desvalorizam muito um veículo, e um preço justo deve ser cobrado, bem abaixo do que se pode pretender.

9 – Identificar outro tipo de danos: devido a enchentes. Conforme a região de onde proceda o veículo, enchentes são comuns, e isso é fácil de ser detectado. O segredo é ir pelo cheiro, pelo faro preciso. Geralmente um vendedor desonesto costuma usar sachês para perfumar o interior do veículo e tentar disfarçar odores de bolor ou outros.

Leia também:  Tabela FIPE Volkswagen Passat

10 – Verificar, com paciência e atenção, o estado de conservação geral do automóvel. Questionar o vendedor e pressioná-lo para que seja verdadeiro, apontar cada detalhe que levante suspeitas.

Paulo Henrique dos Santos

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *