Nova Hilux 2021: motor turbodiesel mais potente



Nova Hilux 2021 chegará em novembro e terá motor turbodiesel mais potente.

A Hilux, uma das picapes médias mais vendidas no Brasil, será reestilizada e virá também com motor turbodiesel mais potente. Concessionárias da Argentina já estão fazendo pré-reserva do modelo.

O novo modelo 2021 da picape Hilux, que já foi apresentado na Tailândia no início do mês de junho, já encontra-se em fase de pré-venda no mercado argentino. Informações disponibilizadas pelo site Autoblog, algumas unidades do modelo já foram produzidas na unidade de fabricação de Zárate, na Argentina. No entanto, o lançamento da oitava geração da Hilux reetilizada, está marcado apenas para novembro deste ano, tanto na Argentina quanto no Brasil.



Algumas revendas têm solicitado o equivalente a 10.500 reais para fazer a reserva. A Toyota, montadora responsável, afirmou que não há nenhuma pré-venda do novo modelo em nome da empresa. Dessa forma, entende-se que as reservas feitas pelas concessionárias são responsabilidade de cada uma delas, sem relação alguma com a Toyota.

As concessionárias de São Paulo, quando contatadas, afirmaram que a Toyota ainda não autorizou, via sistema, a pré-venda das novas unidades. É válido lembrar também que o modelo 2020 da Hilux passou por um ajuste de 2,2% nos preços, e espera-se algum desconto mais próximo do lançamento da picape.



A fim de competir de igual para igual com outras picapes como a Ford Ranger, Volkswagen Amarok V6 e Chevrolet S10 – que, na primeira quinzena do mês de setembro, assumiu as vendas entre as picapes médias no mercado brasileiro – a nova Hilux investiu em algumas mudanças. A grande novidade está no motor, mais potente quando comparado com versões anteriores da picape. O motor turbodiesel 2.8 recebeu uma recalibragem para alcançar até os 204 cv de potência, e o torque aumentou para 50,9 kgfm. O câmbio varia conforme a versão, e pode ser manual ou automático com seis marchas.

Leia também:  Volkswagen Gol 2017 - Preços, Versões e Ficha Técnica

Na parte visual, o novo modelo não sofreu grandes alterações. A grade, por sua vez, ganhou novos elementos, assim como o para-choque e os faróis de neblina apresentam desenhos inéditos. Os faróis em LEDs também ganharam um design inovador, e as lanternas traseiras, também de LEDs, receberam uma nova assinatura em formato de “3”.

A Toyota informou também que realizará melhorias na suspensão e estabilidade do novo modelo, a fim de deixá-lo mais confortável para dirigir. Na questão da segurança, o novo modelo virá equipado com o pacote Toyota Safety Sense, que engloba o controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão, monitor de faixa de rolamento e frenagem autônoma de emergência.

Produção de picapes aumenta no mercado argentino

O mercado argentino vem aumentando gradativamente a produção de picapes. A Volkswagen anunciou que aumentará a produção da Amarok em mais 40 unidades por dia, passando de 110 para 150 unidades produzidas. Já em outubro, a montadora planeja alcançar as 230 unidades por dia. A Ford, por sua vez, sediada em General Pacheco, celebrou recentemente a marca de 900 mil unidades da picape Ranger produzidas na Argentina. A montadora anunciou também que pretende alcançar as 234 unidades fabricadas ao dia.

A Nissan também trará uma nova versão da Frontier em breve, a X-Gear. Segundo a montadora, essa opção terá um visual mais agressivo e moderno, e manterá a pintura em preto na grade, nas maçanetas, retrovisores, faróis de neblina e nas rodas. Na parte do motor, será mantido o 2.3 turbodiesel, mas haverá duas opções de potência: motor turbo com 160 cv e tração 4X2, ou biturbo de 190 cv e tração de 4X4.

Com relação aos preços, estes devem variar entre 2.360.000 e 3.480.700 pesos argentinos. Convertendo para o valor em reais, considerando a atual taxa de câmbio, esses valores ficam variam mais ou menos de 166.500 reais a 245.530 reais.

Leia também:  Carros Seminovos que vale a pena comprar

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *