Melhor Lugar para Comprar Carro Usado




Saiba aqui qual é o melhor lugar para realizar a negociação de carros usados.

De acordo com uma pesquisa realizada durante o ano de 2018, foi constatado que a maior parte dos brasileiros, por questões finanaceiras, recorrem à compra de automóveis usados. Sendo assim, ao realizar a compra, é importante estar bem informado a respeito dos locais onde é mais seguro realizar a compra do veículos, já que muitas vezes não há como saber a procedência dos mesmos. Sem contar que alguns vendedores, muita vezes aproveitam do fato de que o consumidor não possui muitas informações sobre o produto a ser vendido e assim o engana.

Dessa forma, se o leitor faz parte das estatísticas e tem como meta comprar um automóvel no início de 2019 ou conhece alguém com esta intenção, as informações a seguir vão esclarecer a esse público a respeito do melhor local de compra, isto é, seja nas concessionárias, em lojas, nos classificados ou de um vendedor particular.


Para quem não sabe, as concessionárias ou lojas são os locais onde o consumidor deve pagar mais caro pelo veículo. Isso porque esses estabelecimentos sempre visam manter uma margem de lucro em relação à venda do produto. Dessa forma, há um aumento no valor das transações até a consolidação da compra.

Vale salientar ainda que as concessionários muitas vezes possuem despesas extras antes do carro ser colocado à venda, isto é, realizando uma revisão ou em certos momentos, de acordo com a necessidade de fazer uma reforma.

Por outro lado, existe a negociação particular, isto é, realizada entre pessoas físicas e que oferece maior vantagem, uma vez que, não há gastos durante a negociação. No entanto, esse é ainda o método menos ultizado, já que as pessoas tem medo da transação particular por considerá-la algo arriscado.


É certo que toda transação é garantida pelo Código do Consumidor, porém, sabe-se que caso haja a necessidade de ir até à Justiça, há uma maior facilidade quando é um comércio mais estabelecido.

Caso a compra seja realizada na loja, o consumidor possui, por cerca de 90 dias, direitos que estão garantidos no Código de Defesa do Consumidor.

Desse modo, a dica básica é a seguinte: para começar a procurar pelo carro ideal, nada melhor que começar pelos classificados da intenet. Isso mesmo, por meio dessas plataformas de compra e venda, é possível que o comprador tenha acesso a diversas opções de veículos. Sendo assim, o comprador fica mais consciente a respeito do negócio que está fazendo, pois pode realizar inúmeras comparações, de acordo com as ofertas do modelo de carro que se deseja comprar.

Pode-se comparar por exemplo, se os preços dos carros estão discrepantes ou não, ou até mesmo outras características técnicas, como o tipo de motor e outras características externas, como a coloração do veículo.

Sendo assim, ao encontrar o automóvel ideal, o comprador já pode dar início as negociações, oferecendo uma proposta financeira, já possuindo um maior conhecimeto a respeito do carro.

Nada se compara ao negócio do carro usado daquele parente que ainda conserva os plásticos nos bancos, passa mais tempo dentro da garagem e sai para passear rapidamente aos finais de semana. Além disso, é possível garantir um bom desconto.

Essas são as informações selecionadas para auxiliar os consumidores em suas futuras compras de automóveis usados. É imprescindível que para realizar um bom negócio é importante que o consumidor veja e reveja inúmeras opções, para que assim possa fazer uma pesquisa minusciosa sobre os detalhes do veículo zero quilômetro e depois compará-las às características que encontrar no carro a ser vendido e dessa forma, realizar um negócio justo para ambos os lados.

Sabe-se que mesmo os carros já sendo usados precisam estar em um bom estado de funcionamento, apresentando condições básicas para que se possa transitar livremente, sem empecílhos. Além de tudo, muitos proprietários de carros, com o intuito de mantê-los bom o bastante para uma futura troca ou até mesmo venda, cuidam dos carros tentando deixando deixá-los mais conservado possível.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Compartilhe esta notícia