Tabela FIPE Chevrolet Calibra



Veja aqui os valores do Chevrolet Calibra na Tabela FIPE.

Muita gente tem saudades dos anos de 1990, uma época em que as pessoas podiam ter a sua disposição uma variedade de modelos da Opel no Brasil, não importando se eles eram produzidos por aqui mesmo ou ainda importados. Na época, a Chevrolet tinha uma “afinidade e rapidez” em relação aos produtos que saiam para a Europa. Em 1994, por exemplo, o Corsa foi lançado e não muito tempo depois da estreia na Europa a marca trouxe para o Brasil outros contemporâneos como o Vectra e o Omega. Até o Tigra foi importado para o país. No meio deles um não pode passar sem ser comentado: A versão coupê do Vectra, o admirado por muitos, Opel Calibra.

Por ocasião da realização do Salão de Frankfurt em 1989, a Opel estava trabalhando no lançamento de um sucessor para o clássico Manta. Um rival direto do Ford Probe, o modelo que recebeu essa missão foi batizado de Calibra.



O coupê trazia a configuração 2+2 e um visual que deixava claro uma personalidade própria bem diferente do Vectra, o sedã do qual era derivado.

O modelo se destacava em muitos aspectos. Em especial pelo fato de possuir um estilo muito interessante que o colocava bem à frente de seu tempo. A capacidade de equilibrar esportividade e um bom gosto de uma forma que dificilmente era possível de se ver, não passava em branco de jeito nenhum. A ausência das molduras nas janelas e o conjunto ótico de faróis elipsoidais atraíam os curiosos e também os interessados.



As medidas do cupê eram de 4,49 m de comprimento. O peso total era de 1.226 kg. O principal chamativo do Calibra, porém, estava na sua aerodinâmica. Em termos mais técnicos, ele contava com um coeficiente aerodinâmico de cx 0,26. Era o melhor de sua época e até mesmo hoje dificilmente algum modelo consegue bater isso.

Leia também:  Tabela FIPE Chevrolet Monza

No interior do carro tínhamos um “cenário” bem parecido com o Vectra, principalmente no painel e no acabamento. Apesar de ser um cupê de duas portas, o Calibra contava com um bom espaço interno para quatro pessoas. O porta-malas tinha espaço para 300 litros.

Aqui no Brasil ele foi lançado em agosto de 1993. A versão oferecida foi a Calibra que era equipada com um motor 2.0 de 16V e capacidade para 150 cv. O bloco era associado a um câmbio manual de cinco marchas. Ia de 0 a 100km/h em 9,0 segundos e atingia a velocidade máxima de 220km/h.

Algumas mudanças simples aconteceram em 1995. Porém, em 1996 o modelo parou de vir para o Brasil. Não demorou muito e na Europa as versões mais básicas também saíram de linha. Por lá continuou o Calibra V6 e Turbo em edições limitadas. Mas também não durou muito. Pouco tempo depois o modelo foi definitivamente descontinuado para ceder lugar para o Astra Coupê.

Por Denisson Soares

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *