Tabela FIPE Chevrolet C-20



Confira os valores da Chevrolet C-20 na Tabela FIPE.

A pick-up Chevrolet C-20 é considerada clássica e faz parte da série 20 lançada em 1985,que foi a sequência remodelada da série 10 e possuia três modelos: A-20 que era movida à álcool, D-20 que era movida à diesel e a C-20 que era movida a gasolina. A C-20 foi a quarta geração do modelo e possuia três versões: duas portas Regular Cab, quatro portas Crew Cab e quatro portas Utility, foi classificada como caminhoete leve devido ao chassi wide-body e pesava 3.020 quilos, conforme o catálogo Força de Vanguarda da Chevrolet de 1986.

O modelo foi feito em aço com capacidade de tração de até 4.500 quilos, com 2,92 metros de distância entre eixos da versão com chassi curto e 3,23 metros de distância entre eixos da versão com chassi longo. As dimensões do veículo realmente atendiam ao motorista para situações de trabalho pesado ou lazer, com altura de 1,88 metros e comprimento total de 4,83 metros para a versão de cabine simples e 5,34 metros para a versão de cabine dupla. O visual do modelo era considerado moderno para a época e tinha como base o desenho dos demais modelos da GM de 1980, com faróis quadrangulares, cantos arredondados e linhas retas, com ponteira dos para-choques dianteiros e grade frontal em plástico.



A C-20 Truck de 1986 era fabricada com motor 6 cilíndros em linha de 4,1 litros, com torque (momento de força máximo líquido) de 29,4 kgf.m (288 N.m) a 2000 rpm, segundo a ABNT – NBR 5484. A transmissão era semelhante ao modelo à álcool, com 4 marchas, caixa de mudanças M-20 (Clark 260F) e eixo de tração (reduções) de 3,90:1.

Leia também:  Nissan Kicks SV 2017 - Preço e Ficha Técnica

Em relação a emissão de gases produzida pela C-20, não ultrapassava aos 2% de fuligem, assim como o A-20. Em 1993, houveram inovações na linha, no design e na mecânica, que incluíram nova grade dianteira, faróis trapezoidais, novo painel, embreagem, direção hidraúlica e melhorias na suspensão.



No ano de 1995, a linha de produção, que era em São José dos Campos – São Paulo, foi transferida para a Argentina, deixando de fabricar o modelo à álcool e alguns modelos da GM, como a popular Veraneio. No mesmo ano a C-20 também teve modificações, o motor passou a ser 4.1 com injeção multi-ponto, com rendimento de 138 cv. A Chevrolet C-20 foi fabricada até o ano de 1997, assim como as demais pick-ups da série, dando lugar para a Silverado, com visual arrojado e elegante, porém, não se tornou tão popular quanto a série 20.

Fabiana da Rosa.

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *