Tabela FIPE Fiat 500



Confira aqui os valores do Fiat 500 na Tabela FIPE.

O Fiat 500 (Cinquecento) foi um modelo de minicarro fabricado pela Fiat na Europa entre os anos de 1957 e 1975. O carro, no entanto, serviu de inspiração para o lançamento de um novo veículo, mais de 30 anos depois do fim de sua produção: o Novo Fiat 500. Conheça mais sobre a história do Fiat 500 no Brasil e no mundo.

O Fiat 500 original foi criado na Itália e possuía motor de 8 cavalos à ar, que ficava localizado na parte traseira do veículo, além de uma transmissão manual de 4 marchas. O modelo se tornou icônico e serviu, inclusive, de inspiração para o filme Carros 1 e 2, da Pixar.



Após 32 anos fora do mercado, o Fiat 500 voltou a circular pelas ruas da Itália e do mundo, por conta do lançamento do Novo Fiat 500, em julho de 2007. O lançamento ocorreu em Turin, na Itália, e marcou a ressurreição do lendário minicarro da Fiat.

O modelo desembarcou no Brasil em outubro de 2009, enquanto na Europa diversas versões do supercompacto eram lançadas pela Fiat. Entre as melhorias realizadas no Novo Fiat 500 desde o lançamento estão a inclusão de novo kit aerodinâmico, instalação de aerofólio, suspensão esportiva mais baixa, rodas de liga leve brancas com 17 polegadas, entre outras. O motor 1.4 Turbo do Novo Fiat 500 também foi melhorado ao longo dos anos e hoje é capaz de oferecer 170 cavalos de potência, atingindo velocidade máxima superior a 200 km/h.



Por conta do alto valor da importação do automóvel, que vinha da Polônia, as vendas do minicarro em alguns mercados acabaram sendo baixas. Para incrementar as vendas, a Fiat optou por relançar o modelo, importado do México, em 2011. Entre as versões do Novo Fiat 500 fabricadas até hoje se destaca a edição Pink, lançada em 2010. Foram produzidas 500 unidades do modelo na cor rosa.

Leia também:  Tabela FIPE Chevrolet Bonanza

No Brasil,o modelo chegou oferecendo aos consumidores uma série de itens de fábrica, como freios ABS com EBD, direção elétrica, computador de bordo, sensor de ré, sete airbags, além do motor 1.4 de 100 cavalos de potência e câmbio manual de seis marchas. A versão Lounge oferecia ainda teto-solar, ar-condicionado digital e acabamentos cromados. Após o relançamento do modelo no México, o preço do Novo Fiat 500 se tornou mais convidativo aos consumidores brasileiros.

No ano de 2011, a versão Cult do modelo custava R$ 40 mil reais no mercado brasileiro. Já no final de 2014, chegou ao país a versão Abarth, que trazia motor turbo 1.4 e oferecia 167 cavalo de potência, além de suspensão, freios, design interno e design externo melhorados.

André Barbirato

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *