Tabela FIPE Nissan Versa



Confira aqui o valor do Nissan Versa na Tabela FIPE.

Bastante popular na América do Norte, o modelo Nissan Versa entrou naquele mercado em 2006, com as versões: Nissan Tilda, Nissan Latio e Nissan Note. No Brasil, o veículo – com motor 1.0 de 3 cilindros – passou a ser produzido apenas em 2015, na fábrica da marca localizada no interior do Estado do Rio de Janeiro.

Os modelos produzidos no país surgiram ainda maiores, semelhantes aos veículos sedãs, como destaca reportagem do “Auto Esporte”. A reportagem ainda cita que os principais concorrentes do modelo são os populares: Ford Ka+, Renault Logan e Chevrolet Prisma.



Modelo 2017

A nova versão do Nissan Versa ganhou motor 1.6, tido como econômico, de acordo com a montadora asiática. São 111 cavalos de potência, 4 cilindros e 16 válvulas. Existe também a opção com de motor 1.0, no caso, acompanhado por 77 cavalos de potência, 3 cilindros e 12 válvulas.

Quanto ao design, o carro apresenta frente “volumosa”, traseira com aerofólio e escapamento cromado, além de molduras laterais e roda de liga leve aro 16". O modelo também conta com espaço interno considerável, de acordo com informações da Nissan.



O versa ainda possui: freios ABS – com mecanismos que trazem recursos de distribuição eletrônica e frenagens menos longas também. O carro tem airbags duplos. Em termos de ferramentas tecnológicos, o Nissan Versa ainda disponibiliza o Multi App – por meio de um tablet o motorista tem acesso à interatividade, estações de rádio, aplicativos diversos, pelo sistema Android. O volante também possui comandos para acessar às funções principais da plataforma Multi App.

Nissan – História

Fundada em 1933, em Yokohama, no Japão – a Nissan é hoje uma das empresas mais bem-sucedidas do mercado mundial de automóveis. Mas foi nos anos 50 que a marca japonesa começou a investir na comercialização e divulgação de seu nome em outras nações. Em 1958, a Nissan apresentou um de seus modelos em feira de Los Angeles e a partir dessa época, a empresa começou a investir no mercado dos Estados Unidos, se expandindo para outros países, anos depois.

Leia também:  Volkswagen realiza Recall do Fusca, Jetta e Touareg

Em 1999, a Nissan tornou-se parte da francesa Renault, sendo que o executivo Carlos Ghosn é o CEO de ambas empresas. No caso, desde 2013, a Renault detém uma participação como empresa acionista com direito a voto e decisões – em termos de 43,4% na Nissan. Já a marca japonesa tem participação de 15% na Renault, sem direito a voto.

Por Letícia Veloso

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *