Novo Hyundai i30 2017 com Motor Turbo




Conheça aqui um pouco mais sobre o Novo Hyundai i30 2017 com Motor Turbo.

O novo Hyundai i30 2017já foi escolhido pela montadora para ser o “garoto propaganda” da marca durante a realização do Salão de Paris agora em 2016. A curiosidade que muitos tinham a respeito do novo modelo aos poucos vai sendo sanada já que a fabricante decidiu parar com o mistério e mostrar o veículo. Em um comunicado para a imprensa, o presidente do Grupo Hyundai-Kia chegou a chamar a atenção para o fato de que o carro carrega o desenho típico do velho continente. Em outras palavras, isso basicamente quer dizer que além de ter sido completamente projetado na Europa, ele também foi produzido por lá. Sendo assim, a maior parte da novidade saiu da Alemanha, região onde se encontra situada a sede da montadora no continente Europeu.

A nova versão apresentada tem gerado diversos comentários nos principais canais de comunicação especializados. A maior parte deles se deve quase que exclusivamente pelo visual. O i30 2017 é mais conservador, o que o torna um pouco diferente dos modelos anteriores que esbanjavam um certo ar de ousadia e uma dinâmica mais interessante.


De acordo com a própria montadora, uma das ideias principais adotadas pelo setor de design foi tentar manter uma espécie de fluidez, o mais natural possível, com relação as linhas do carro fazendo com ele ficasse com aspecto de certa maneira mais atemporal. Claro que além da estética em si esse ponto visa agradar uma maior fatia do público.

Sobre o carro em si, em sua parte interior vamos encontrar alguns investimentos em especial na parte tecnológica. Destacando-se aqui a presença de uma tela multimídia. Também vamos ter alguns melhoramentos no revestimento.

Entretanto, a parte do i30 2017 que tem levantado mais comentários é a motorização. Para começar os consumidores terão a possibilidade de fazer uma escolha entre os vários que foram colocados a disposição. E temos um detalhe que não podemos deixar de lado: Os motores são turbinados e contam com injeção direta. Por enquanto esse “detalhe” só está previsto para a versão europeia.


Dentre as alternativas de motorização uma merece ter um comentário extra. Trata-se do 1.4 T-GDI. O propulsor possui um potencial para 140 cavalos com 24,6 kgfm de torque. Ainda há a possibilidade dele ser utilizado com um câmbio automático DCT de sete marchas ou com um manual de seis marchas.

Há mais opções de motores movidos a gasolina. Entretanto, quem preferir dirigir um carro a diesel vai encontrar um bloco 1.6 trazendo três opções de potência, sendo de 95, 110 ou ainda 133 cavalos. Neste caso poderemos ter uma transmissão manual ou então a DCT de dupla embreagem.

Por Denisson Soares

Compartilhe esta notícia