Crescimento nas Vendas de Carros Seminovos no Brasil





Crise econômica faz brasileiros trocarem carro zero por seminovo.

A compra de um automóvel 0 km, com certeza é o sonho de muitos brasileiros. Contudo, com a crise financeira pela qual o Brasil vem passando, o sonho do carro novo se concretizar está se tornando cada vez mais difícil. Mas, como o brasileiro é apaixonado por carros, ele dribla a crise e se não pode comprar o novo dos sonhos, compra o seminovo. Este ano, em relação a 2015, as duas categorias apresentaram quedas nas vendas, mas ainda assim a venda de seminovos supera a de novos.

Em tempos de crise, a alta dos preços chegou a todos os setores, fazendo com que o custo de vida ficasse mais caro. As concessionárias foram as primeiras a sentirem o impacto da crise. As vendas de novos congelaram, em contrapartida os seminovos passaram a ser vistos pelos brasileiros como uma nova e boa opção. Trata-se de uma opção mais em conta pelo ponto de vista financeiro, mais inteligente. Isso porque não existe a questão do emplacamento e de outros gastos. Além do fator de depreciabilidade, que é a perda de valor após deixar a concessionária.




Todavia, antes de concretizar a compra, é preciso estar atento a algumas características que um bom seminovo deve apresentar. Aliás, de acordo com a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), um carro para se enquadrar na categoria de seminovo precisa ter até 3 anos de uso. Apresentando uma rodagem em média de 40 mil a 50 mil Km. E o fato de ter pertencido a um único dono agrega ainda mais valor ao automóvel, pois na maioria das vezes ele é condicionado na mesma forma que saiu da concessionária.

Embora a atual situação financeira do Brasil não seja a mais favorável e por essa indefinição econômica, o consumidor se mostra mais cauteloso na hora de assumir compromissos extensos. Talvez seja um bom momento para a aquisição de um seminovo. Para quem já estava se preparando financeiramente para isso, é hora de aproveitar as ofertas que as concessionárias mediante a queda das vendas oferecem como atrativos de clientes, que podem contar com condições especiais como descontos, brindes e bônus.


Sirlene Montes

Compartilhe esta notícia