Calendário de Manutenção do Carro – O Que Verificar e Fazer por Quilometragem





Confira aqui o calendário do que verificar no carro a cada quilometragem.

No corpo humano cada órgão envelhece em um tempo diferente. Assim como nossos órgãos, as peças de um carro não se desgastam uniformemente, cada uma tem seu ritmo.

Na hora se escolher um carro usado, não é só a lataria que conta. Afinal, uma pintura brilhante não significa que por dentro está tudo bem. Geralmente o manual do proprietário fica guardado no porta-luvas. Se você der uma olhada, verá que existem dados importantes sobre o ciclo de vida das peças e algumas instruções para saber se esses prazos estão sendo respeitados.




Confira a quilometragem do carro antes de comprar e procure saber se o antigo proprietário tem notas fiscais comprovando se os serviços foram realizados no tempo certo. Caso você não esteja interessado em comprar um carro seminovo, mas pretende vender o seu, seja cauteloso para não ter problemas na hora de passar para um novo proprietário.

Abaixo disponibilizamos uma lista para você saber o que fazer e quais partes verificar em cada quilometragem.


  • Aos 5.000 km deve ser feita a primeira troca do óleo do motor.
  • Uma nova troca de óleo deve ser realizada aos 10.000 km, assim como todos os filtros. É importante também alinhar as rodas e fazer um rodízio nos pneus. Saiba se o proprietário trocou as pastilhas de freio nesse tempo.
  • Aos 15.000 km o óleo deve ser trocado novamente. São essas substituições periódicas que fazem o motor viver mais tempo.
  • Mesmo que o carro não esteja falhando, aos 20.000 km deve haver uma troca das velas. Se esse procedimento não foi realizado, é provável que o carro esteja consumindo mais combustível. Um novo alinhamento, balanceamento e rodízio dos pneus são recomendados. Os filtros e o óleo de freio devem ser substituídos, assim como a água responsável pelo esfriamento. Confira se as pastilhas e os discos ainda estão bons a essa altura, se estiverem, o motorista é cuidadoso.
  • O óleo do motor precisa ser substituído novamente aos 25.000 km.
  • Aos 30.000 km os pneus devem ser observados, pois o motorista que não calibra os pneus começa a ver os resultados a partir de agora. Todos os filtros precisam ser trocados novamente, assim como o óleo do motor e o alinhamento deve ser refeito. Observe o visor da bateria. Se estiver preto, pode haver complicações no alternador ou na própria bateria, se estiver verde está tudo bem.
  • Aos 35.000 km troque o óleo do motor novamente. Confira se há vazamento do óleo de freio.
  • Esse é o momento de olhar os pneus. Geralmente aos 40.000 km os pneus precisam ser trocados. O sistema de arrefecimento deve ter sua água trocada e acrescentado o aditivo específico. O óleo tanto do freio quanto do motor necessita de substituição. Se o câmbio do carro for automático, troque também o óleo do câmbio.
  • Aos 45.000 km é feita uma nova troca do óleo do motor.
  • Normalmente aos 50.000 km o carro é vendido. As correias dentadas, a serpentina e os esticadores precisam ser trocados. É importante trocar o escapamento ou ao menos parte dele. Com os combustíveis brasileiros, é difícil um escapamento continuar intacto até essa quilometragem.

Por Fábio Santos

Compartilhe esta notícia