O que fazer em acidentes de trânsito



Em caso de acidente o importante é manter a calma e seguir alguns passos necessários.

Todos os motoristas estão sujeitos a acidentes, seja por erro próprio ou erro de outra pessoa no trânsito. Quando ocorre uma batida, o importante é manter a calma. Sem desespero, observe o ambiente para então tomar alguma decisão. Confira as dicas a seguir para entender como proceder em situação de emergência nas ruas.

1. Olhe em volta



Em caso de pessoas feridas, ligue imediatamente para o 193 (Corpo de Bombeiros) ou 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU). Se ninguém se feriu, o motorista que causou o acidente precisa fornecer seus dados. Caso o causador fuja, tome nota das características do veículo, como modelo, cor e placa. Lembre-se que omitir socorro é contra a lei, assim como deixar de sinalizar um acidente no trânsito. Por isso, use o triângulo automotivo para avisar aos outros motoristas que ali há uma circunstância de emergência.

2. Desobstrua o trânsito



Se alguém se machucou no acidente, o melhor a se fazer é manter os veículos no lugar, mas se não houver feridos, retire os carros que estão atrapalhando o fluxo e coloque-os no acostamento ou outro lugar disponível. Não se preocupe, as leis federais permitem que essa desobstrução aconteça, para que os outros veículos e pedestres possam circular normalmente.

3. Boletim de Ocorrência

O BO não é um documento obrigatório nesse caso. Se todas as partes envolvidas concordarem, podem dar o depoimento juntas e fazer um só documento. Em caso de opiniões diferentes, cada um pode fazer um registro. Nesse caso, é a Polícia Militar, ou em casos mais extremos, o poder judiciário que avalia de quem é a culpa. Em alguns estados o boletim pode ser feito online, no momento do acidente, também é possível enviar fotos do local.

Leia também:  Descontos em Carro para Deficientes Físicos - Tipos, Regras e Documentação

4. Despesas

É obrigação do culpado pela situação arcar com os custos de tudo. Em caso de estar segurado, o mais indicado é ligar para a seguradora o mais rápido possível, para averiguar se há a cobertura dos procedimentos. Em caso contrário, o causador deve desembolsar para custear os danos.

5. Seguro Obrigatório

O Seguro Obrigatório (DPVAT) assegura as vítimas de trânsito. Os envolvidos no acidente, ou seus familiares, só podem solicitar a indenização se possuírem o Boletim de Registros de Acidentes de Trânsito (Brat), assim como a documentação médica. O DPVAT cobre atropelamentos e casos de óbito ou lesões causadas por batidas.

Por Fábio Santos

Acidente de trânsito

Outros Conteúdos Interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *