Tesla Model S – Carro Autônomo sofre Primeiro Acidente Fatal





Acidente ocorreu nos Estados Unidos, após carro não detectar a aproximação de um caminhão que realizou uma curva à sua frente.

A Tesla é uma das montadoras que mais investem em tecnologias de carros autônomos e elétricos. Ainda que diversas montadoras, incluindo a fabricante de Elon Musk, tenham testado veículos que trafeguem de maneira totalmente autônoma, sem a necessidade de nenhuma interação com o motorista, os carros semiautônomos, que permitem que o usuário possa assumir o controle do carro, são os primeiros a chegarem ao mercado. No entanto, um acidente fatal, ocorrido nos Estados Unidos, pode minar a boa impressão que este veículos ganharam ao redor do mundo. O acidente foi confirmado pela Tesla em comunicado oficial nesta quinta-feira (30).

De acordo com a empresa, este foi o primeiro acidente com vítima fatal dos carros semiautônomos. O caso ocorreu no mês de maio, porém, somente agora o incidente foi divulgado (a Tesla alega que soube do acidente apenas na última quarta-feira) e uma investigação foi aberta pela NHTSA, agência de segurança de trânsito dos Estados Unidos.




O motorista, que estava em um Model S, trafegava pela rodovia de Willston em modo "Autopilot", onde o veículo assume o comando do carro dentro de algumas restrições, quando o acidente aconteceu.

De acordo com as informações conhecidas até agora, os sensores do veículo não conseguiram perceber a aproximação de um caminhão que realizou uma curva à sua frente. O Model S acabou entrando embaixo da carreta e, mesmo com o teto arrancado, o veículo continuou andando até bater em uma cerca ao lado da pista. Joshua Brown, de 45 anos, morreu na hora, enquanto que o caminhoneiro não sofreu nenhum ferimento.


Segundo nota oficial da Tesla, as investigações conduzidas pela NHTSA servirão apenas como uma "avaliação preliminar" para descobrir se os sensores e o sistema do Model S funcionaram conforme deveriam. A empresa lembrou ainda que o modo automático do Model S havia percorrido mais de 209 milhões de quilômetros, enquanto que os acidentes fatais nas estradas americanas acontecem em média a cada 151 milhões de quilômetros. Brown publicou um vídeo no mês de abril elogiando a tecnologia da Tesla e afirmando que o sistema "Autopilot" evitou uma batida com um outro caminhão na mesma pista onde veio a falecer. No vídeo, o motorista mostra o momento em que o carro da Tesla conseguiu desviar da carreta que se aproximava pela esquerda.

Por William Nascimento

Compartilhe esta notícia