Vendas de carros seminovos deverão crescer em 2015





Está aumentando cada vez mais a procura por carros seminovos e a tendência é que esses números continuem crescendo durante o ano. Uma das causas fundamentais para que a procura por carros usados tenha sido maior é o valor do Imposto ao Produto Industrializado (IPI) dos automóveis zero quilômetro. O corte na redução deste imposto ocasionará uma alta de 4% no preço dos automóveis novos.

Numa época em que a economia do Brasil está passando por uma etapa de nítida desaceleração e com os impostos batendo valores elevados, o brasileiro tem optado por pesquisar muito antes de comprar um automóvel. Antes, a predileção era por carros novos e do ano, hoje, com todas essas mudanças no cenário econômico, tem feito que os consumidores busquem planejar bem a sua compra. Na balança está pesando mais comprar um automóvel seminovo, mas de marca reconhecida do que optar por um carro qualquer só pelo fato de ser novo.




Conforme as informações prestadas por Ilídio dos Santos, Presidente da Federação Nacional das Associações de Revendedores de Veículos Automotores, a Fenauto, o mercado de seminovos no ano passado cresceu em 7,2% e prevê-se que este valor irá aumentar em 2015.

Muitos donos de concessionárias estão festejando essas alterações de preferências, com o final do IPI reduzido, as pessoas estão voltando aos seminovos. Outras, entretanto, estão realizando promoções a fim de diminuir as unidades em estoque, algumas delas até permanecem com o preço do IPI reduzido. Uma técnica bastante usada pelas concessionárias que desejam minimizar o seu estoque de novos é a realização de financiamentos de até 50 parcelas com 0% de juros, tática um pouco perigosa para as empresas, mas que permite a melhora das vendas desse produto.


Sobre as vantagens de se adquirir um carro que já tenha contabilizado quilômetros está o fato de não precisar pagar o emplacamento do veículo.

Por Melina Menezes

Carros seminovos

Compartilhe esta notícia