Feirão de Automóveis em Ribeirão Preto (SP) terá grandes ofertas





Com a proximidade do Natal, as grandes marcas do mercado já começam a fazer saldões, fenômeno este que se espalha por todo o país, a fim de garantir o cumprimento das metas de vendas no final de ano, pois com a previsão de pagamento do décimo terceiro salário os consumidores já começam a planejar e executar as suas compras de final de ano.

Um dos segmentos que seguem essa tendência de aumento de vendas nos finais de ano é o setor de compra e venda de veículos automotores. Um exemplo claro desse fenômeno é o feirão de grandes marcas que ocorrerá na cidade de Ribeirão Preto, no estado de São Paulo, de quarta-feira, dia 19 de novembro, até sábado, dia 22 de novembro.




No caso desse feirão de veículos em específico, quem está à frente desse evento será o Grupo Santa Emília, que levará para esse evento especial de varejo, aproximadamente, 200 veículos, sendo que dentre esses haverá veículos seminovos e zero quilômetro. Estarão sendo comercializados veículos das marcas Toyota, Volkswagen e Renault, sendo que a principal expectativa dos organizadores é que nesse evento, pelo menos, metade dos veículos expostos sejam vendidos.

Para os interessados em comparecer no feirão e tentar comprar o seu veículo, o evento será realizado no Centro de Eventos Pereira Alvim, o qual fica situado na Avenida Maurílio Biagi, número 1.800, na cidade de Ribeirão Preto.


Para os consumidores, essa talvez seja uma oportunidade única de fechar um bom negócio, porque quando se reúne grandes marcas em um único local quem sempre sai ganhando são os clientes, haja vista que estes podem fazer comparações entre os diversos modelos, conhecer os veículos mais detalhadamente, por meio de testes drives que são disponibilizados pelos expositores, bem como outras facilidades que possam contribuir com os consumidores, tais como, o financiamento exclusivo dos bancos das próprias montadoras, além de contarem com o brinde de pagarem a primeira parcela do financiamento somente em 2015 e ter IPVA e a documentação a custo zero.

Por Adriano Oliveira

Compartilhe esta notícia