Vendas de carros seminovos estão em bom momento





O número de venda de veículos seminovos cresce em um bom ritmo. No país foram comercializados mais de 8,5 milhões de veículos entre janeiro e agosto, o que representa um crescimento de 4,8% em relação ao mesmo período de 2013.

Segundo a Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto) e do Sindicato dos Revendedores de Veículos Automotores do Estado do Ceará (Sindivel-CE), só no estado do Ceará, 138 mil unidades foram vendidas neste período, alta de 7,7%.  Só de um mês para o outro, o crescimento de vendas foi de 15% a 25% e a tendência é aumentar mais.




Várias questões foram determinantes para a alta nas vendas, dentre elas as vantagens na compra de um seminovo, além do financiamento, que agora é aprovado com mais facilidade pelos bancos. Quem compra um veículo seminovo leva para casa um modelo melhor do que um popular zero e ainda pode negociar valores e condições de pagamento.

Os consumidores têm preferência por seminovos com 4 a 8 anos de fabricação e em seguida aqueles com até 3 anos. A escolha vai de acordo com as características dos carros, seus utilitários e desvalorização em relação ao novo e ao valor que custou quando zero. Alguns modelos tem uma desvalorização maior, contudo segue quase a mesma depreciação: depois de um ano, um modelo pode desvalorizar entre 20% e 25%.


O momento é bom para quem quer financiar o primeiro automóvel, para quem quer trocar por um modelo mais equipado já que a maioria das concessionárias está com o estoque cheio e condições mais facilitadas, devido aos incentivos anunciados pelo governo para estímulo ao crédito. Os juros estão menores e alguns casos são menores do que 1% ao mês, mas isso depende do valor da entrada e do número de parcelas do financiamento. Se puder pagar à vista é possível negociar mais ainda o preço do carro. 

Por Robson Quirino de Moraes

Comprar carros seminovos

Foto: Divulgação

Compartilhe esta notícia