Novo Recall do Peugeot 308 e 408 Allure




A Peugeot do Brasil anunciou um recall para os modelos 308 Allure e 408 Allure, equipados com motor Flex Fuel 2.0 Litros e transmissão automática de seis velocidades, devido a uma eventual falha no módulo do propulsor, que pode afetar o correto funcionamento do sistema de freios desses veículos.

Conforme o comunicado postado pela marca francesa em seu site, a origem do problema está em uma má calibração do módulo de controle do motor, que pode gerar vácuo insuficiente para o melhor funcionamento dos freios, até que o propulsor atinja a temperatura de 30ºC.


Caso isso ocorra, o pedal de freio do veículo pode endurecer, fazendo com que o motorista tenha que aplicar uma maior força no componente para realizar a frenagem. O problema é que a falha pode até mesmo impedir a frenagem, em situações mais extremas, aumentando os riscos de acidentes, dependendo do momento em que o defeito surgir.

A falha pode ocorrer nas unidades do Peugeot 308 Allure fabricadas entre 18 de abril de 2013 e 5 de setembro de 2013, com numeração de chassi de EG000080 a EG035923. Além disso, as unidades do Peugeot 408 Allure, que foram fabricadas entre os dias 18 de abril de 2013 e 21 de agosto de 2013, possuem chassi numerado de EG000076 a EG032753. De acordo com a marca, são 370 unidades do hatch e 155 unidades do sedã, totalizando 525 unidades convocadas para o recall.

Para evitar qualquer tipo de problema, é necessário que os proprietários dos veículos envolvidos no chamado compareçam o mais rápido possível a uma concessionária. A Peugeot irá levar o seu carro para que seja feita a atualização da calibração do módulo e controlador do motor. O serviço é totalmente gratuito e o atendimento dura em torno de uma hora.


No site da Peugeot dá para conferir se o seu veículo está envolvido no recall digitando os últimos oito dígitos do chassi, além de verificar os endereços da rede autorizada da montadora. Outros detalhes também podem ser obtidos através do telefone 0800-703-2424.

Por André Gonçalves

Compartilhe esta notícia