Venda de veículos novos cai 1% em 2013





A desaceleração do mercado automotivo comprovada em 2013 atingiu também os veículos comerciais leves, assim como os ônibus e os caminhões. As vendas em 2013 registraram queda de 0,91% em uma comparação com 2012, de acordo com os dados divulgados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave). Segundo os dados da instituição, houve a comercialização de 3.767.254 veículos. Em 2012 houve o registro de 3.801.859 vendas.

A venda de carros já havia registrado uma queda de 1,6%. Com a divulgação dos números referentes aos comerciais leves, caminhões e ônibus, ficou comprovada a queda no setor, depois de anos sequenciais de quebras de recordes. O curioso na apresentação dos dados de 2013 é que o ano foi o último em que os compradores aproveitaram a redução da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).




Paralelamente, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) apresentou números que mostraram que a produção de veículos cresce cada vez mais. Em novembro de 2013, por exemplo, um levantamento mostrou a produção de 3,5 milhões de veículos desde janeiro daquele ano, número que superou os 3,4 milhões registrados no mesmo período em 2011.

Em entrevista ao site Auto Esporte, o presidente executivo da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, disse que as vendas caíram em virtude de uma limitação de crédito para carros e motos. Ainda assim, a Fenabrave tenta manter o otimismo e acredita que uma economia estável poderá acarretar em uma alta de 0,29% em 2014.


Só que essa tentativa de manter o bom humor transforma-se em pessimismo sem limites em caso de uma economia enfraquecida por fatores como a instabilidade e uma inflação um pouco mais alta. Nesse caso, a federação que representa os fabricantes acredita em uma queda de 3,24%, muito maior do que a registrada em 2013. Em números absolutos, seriam vendidos pouco mais de 3,6 milhões de veículos ao longo do ano.

Por Chris Lino

Foto: divulgação

Compartilhe esta notícia