Honda HR-V 2017 – Preços, Versões e Ficha Técnica

Confira aqui o preço, versões e ficha técnica do Honda HR-V 2017.

Depois de se tornar a marca queridinha do Brasil nos últimos tempos, a Honda agora se torna a preferida do país no segmento dos tão concorridos SUVs. Desta vez, a Honda HR-V, na sua versão 2017, chega ao mercado brasileiro para ficar e cada vez mais conquista usuários no país.

Estreando no Brasil em 2015, o HR-V em sua mais nova versão, a 2017, deverá estrear no Brasil sem grandes alterações. Como de costume, a montadora deverá dar uma reestilizada em seu visual, como é de costume em todos os seus modelos a cada três anos. Mudança mesmo, só no preço que deverá ser mais alto do que sua última versão, o que já é prática quando sempre se lança um mais novo.

O novo HR-V 2017 chega ao mercado brasileiro com o motor i-VTEC, do tipo SOCH, com 16 válvulas e torque de 1.8. Na sua versão a gasolina, o novo modelo deverá mostrar uma potência de até 140 cavalos. Para quem quiser um movido etanol, a potência deverá ser quase a mesma.

Para quem está acostumado ao sistema de transmissão de marcha manual, o novo modelo está disponível apenas na versão LX, com câmbio de seis tempos. Aos que já se adaptaram à transmissão automática, as versões EX, EXL e LX estão à venda com sete marchas.

No test-drive feito pelo Inmetro com o modelo automático, o consumo foi de pouco mais de sete quilômetros na versão à álcool para as cidades e cerca de 8,5 quilômetros na estrada. Os testes feitos com a versão á gasolina mostraram um consumo de quase onze quilômetros rodando na cidade e de pouco mais de 12 quilômetros na estrada. Além disto, o HR-V 2017 vem de fábrica com um tanque de combustível com uma capacidade para 51 litros.





No aspecto externo, o HR-V atual possui um porta-malas com capacidade para 431 litros, com mais de quatro milímetros de comprimento por cerca de 1,6 milímetros de altura. A distância entre as rodas paralelas (entre eixos) no novo modelo é de quase 3 mil milímetros.

A novidade mais esperada é o preço, que veio mais elevado que o seu antecessor. Ele pode variar entre pouco mais de R$ 78.000 na sua versão manual (LX) até cerca de R$ 99.000 para o seu modelo mais sofisticado, o EXL 1.8. Para quem quiser dar um toque a mais de requinte ao seu novo modelo, basta desembolsar um pouco mais de R$ 1.000 para ter em sua garagem um modelo com pintura metalizada ou perolada.

Emmanoel Gomes



Compartilhe esta notícia