Novo Fiat Uno 2017 – Preço e Ficha Técnica

Confira aqui o preço e a ficha técnica do novo Fiat Uno 2017.

Nesta nova linha, modelo 2017, o Uno Hatch recebeu um leve mudança na parte dianteira. Entretanto, suas maiores mudanças se tratam da questão dinâmica, onde vem com a de uma nova família de propulsores, o Firefly (em inglês, vagalume), de 1000 ou 1300 cilindradas, respectivamente com 3 e 4 cilindros. Os valores iniciam em R$ 41.840 e vão até R$ 53.690.

O veículo, além de ser o responsável por fazer estreia dos motores Firefly, também é o precursor da montadora a deixar de lado os ultrapassados motores da linha Fire. Para entender que já era necessária a mudança, era só analisar seus números de torque e potência.

Na linha de propulsores antigos, o 1.0 com 4 cilindros gerava uma potência de 75 cavalos e um torque máximo de 9,9 kgfm, já o novo entre 77 cavalos e torque de 10,9 kgfm.

O 1.4 será substituído pelo 1.3. Ainda que seja menor, a potência é de 109 cavalos diante de 88 cv. Já com relação ao torque, o novo benefício é de 14,2 kgfm contra o torque de 12,5 kgfm.





Diferentemente da concorrência, a montadora italiana escolheu fabricar um motor de mil cilindradas com 3 cilindros e somente duas válvulas para cada cilindro, totalizando seis. Na contramão, os seus concorrentes utilizam quatro válvulas para cada cilindro. A empresa justificou que para essa solução mais simples é a oferta de um torque maior em rotações mais baixas.

Para que pudesse ser produzida a linha Firefly de motores, a empresa italiana informou que realizou um investimento de R$ 1 bilhão em uma fábrica nova de motores, a qual tem capacidade de 400 mil unidades ao ano.

Sabendo que as vendas do hatch Uno não chegam a representar nem 20% deste total, fica fácil de acreditar que os novos Firefly muito em breve irão estar em outros modelos da marca. Carlos Eugênio Dutra, o diretor de produto da Fiat, ao ser questionado sobre quais os planos de aplicação para o restante da linha, não entrou em maiores detalhes.

Além dos novos motores, o Uno agora passou a ter em sua lista alguns itens inéditos. Trocando a direção hidráulica pela direção elétrica, que ainda conta com uma opção conhecida como City, que permite que o volante fique 50% ainda mais leve.

FILIPE R SILVA



Compartilhe esta notícia